Capa (1920x711)

Manifesto Autárquico 2017

A Juventude Socialista de Évora lança o Manifesto Autárquico 2017.

Um documento feito a pensar no futuro de Évora e dos Eborenses.

Ao longo das próximas semanas iremos divulgar individualmente as medidas do manifesto, por forma a que possas dar a tua opinião. Pedimos ainda que quando divulgares as tuas propostas coloques a #ManifestoAutarquico2017.

aqui o que temos a dizer!

 

#JSEvora #ManifestoAutarquico2017 #DoLadoCertodaHistoria

Leia Mais

capa-xx-congresso-nacional-da-js-2-1920x711

XX Congresso Nacional da JS

A Juventude Socialista reúne-se este fim-de-semana, dias 16, 17 e 18 de Dezembro na Póvoa de Varzim, para a sua reunião magna, onde será eleito o novo Secretário-geral da JS, assim como os órgãos nacionais e os representantes da JS na Comissão Nacional do PS.

A JS Évora marca presença, mais uma vez, com os seus delegados, a demonstrar a força do distrito de Évora e do Alentejo e a lutar por um futuro melhor para todos os jovens.

Saudações Socialistas

Leia Mais

Comunicado – Reunião com o Sr. Presidente da Câmara

Comunicado

Reunião com o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Évora

(Carta Pública – Saneamento Urbano da Cidade de Évora)

 

Recentemente, a Juventude Socialista de Évora enviou uma carta pública ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, sobre o estado quase calamitoso a que chegou a manutenção das zonas verdes e a higiene urbana da cidade em tempos recentes. Nesse sentido a concelhia recebeu um convite para reunir com o Sr. Presidente, para ouvir as explicações oficiais sobre os motivos que levaram a tamanho descuido na imagem e na limpeza da cidade.

Na reunião recebemos a promessa de que a situação em causa já está a ser tratada e que os espaços em questão já estão a ser cuidados. O que não recebemos, foi uma garantia de que isto não se irá repetir para o ano (“Prognósticos, só depois do jogo”, foi-nos dito).

Soubemos que a Câmara tem vindo a realizar acções de sensibilização e fiscalização junto dos habitantes e dos negócios locais. Soubemos também que é a estes que devemos imputar a principal parte da culpa.

Quanto à recolha de lixo com camiões (que desconfiamos que não são lavados regularmente) com um cheiro nauseabundo, a horas de jantar e perto de restaurantes e esplanadas, soubemos que a solução irá antes passar pela relocalização dos depósitos subterrâneos, mas soubemos também que a quantidade será a mesma, ou menor.

Relativamente à manutenção dos espaços, viemos a saber que existe um levantamento de todos os objectos de mobiliário urbano que necessitam de intervenção. Soubemos, no entanto, que este levantamento é do início do mandato e tem, portanto, três anos.

Soubemos que pelas explicações dadas devíamos ficar tranquilos, mas ficámos a achar que é melhor ficarmos vigilantes.

Na reunião com o Sr. Presidente da Câmara, ocorrida nesta sexta-feira, dia 16 de Setembro de 2016, estiveram presentes da Juventude Socialista, o camarada João Romão, dirigente Distrital e o Vice-Presidente da Concelhia, o camarada Diogo Estudante.

 

Évora, 16 de Setembro de 2016

Secretariado Concelhio da JS Évora

Podes consultar aqui o comunicado em PDF

Leia Mais

Carta Pública – Saneamento Urbano da Cidade de Évora

Carta Pública

Saneamento Urbano da Cidade de Évora

 

Exmo. Senhor

Carlos Pinto de Sá

Presidente da Câmara Municipal de Évora

 

Évora já não é o que era. Évora está pior. Évora está suja!

Não é preciso andar muito para encontrarmos sinais de falta de cuidado com a limpeza e a manutenção da nossa cidade.

Em volta da muralha, o que era para ser um espaço verde, está a tornar-se num espaço cheio de ramos e ervas que por pouco não chegam à estrada, destruindo assim um dos pontos de acesso e cartão de visita da cidade. Sendo certo que já começaram a ser tomadas medidas, precisamos de certezas relativamente à manutenção daquele espaço tal e qual como foi imaginado de início.

É chocante passar por algumas zonas da cidade e nela encontrar vários sacos de lixo espalhados no passeio. Por todo o lado crescem ervas e ramos secos colocando em causa a segurança dos munícipes como há bem pouco tempo tivemos oportunidade de assistir. É ainda mais chocante estar no principal ponto turístico da cidade e ver eborenses e turistas incomodados com o cheiro a lixo que se faz sentir.

Em todas as freguesias há sinais de falta de limpeza e de cuidado com a manutenção das estradas e dos passeios.

Para os peões o cenário não muda. Com os passeios repletos de ervas e de buracos, torna-se quase impossível a passagem em segurança.

Será preciso acontecer alguma tragédia para que vejamos a Câmara Municipal de Évora a actuar?

Foi de facto impressionante ver o empenho da Câmara Municipal e dos seus funcionários na reabilitação de espaços pertencentes a proprietários privados.

Pena é que tal empenho não se veja nos espaços públicos da responsabilidade da Câmara Municipal de Évora.

Uma cidade património mundial e capital de distrito merece mais. Muito mais!

Entristece-nos ver o que Évora já foi e no que Évora se está a tornar sem que os seus órgãos executivos se mostrem minimamente preocupados em actuar. Não podemos continuar a ver a nossa cidade a degradar-se sem nada fazermos.

Assim, questionamos directamente o Sr. Presidente relativamente aos passos que pretende tomar para devolver a higiene e a limpeza aos habitantes de Évora e a todos aqueles que diariamente a visitam.

Temos claro outras medidas previstas que cremos desnecessárias se V. Exa e a sua equipa começarem a devolver à cidade aquilo que a têm feito perder ao longo deste tempo.

Neste sentido gostaríamos de ver esclarecidas as seguintes questões:

1 – Quais as medidas efectivas que irão ser tomadas a curto e longo prazo para que esta situação termine em definitivo?

2 – Atendendo ao recente desbloqueio de verbas pelo Governo, qual o número de trabalhadores a contratar para a rápida resolução desta questão?

3 – Quais as garantias existentes para a regular manutenção das máquinas de limpeza, evitando assim o mau cheiro sentido por habitantes e visitantes?

Entretanto continuaremos atentos e a denunciar todos os casos que todos os dias nos vão chegando.

Évora merece mais e continuaremos a lutar pela beleza que sempre a caracterizou.

 

Évora, 07 de Setembro de 2016

 

Secretariado Concelhio da JS Évora

Podes consultar aqui a Carta Pública em PDF

Leia Mais

JS - Capa Encontro Nacional de Concelhias (1920x711)

Encontro Nacional de Concelhias

A Juventude Socialista irá organizar, nos dias 12 e 13 de março, um encontro nacional de concelhias que decorrerá na cidade de Évora.

Este encontro surge na sequência do processo eleitoral harmonizado das estruturas locais e federativas da JS, que decorreu em novembro e dezembro de 2015, tendo envolvido núcleos de residência, concelhias e federações.

Assim, por forma a articular a atividade política da Juventude Socialista para este novo ciclo que agora se inicia, a organização irá promover uma iniciativa de âmbito nacional, cujos detalhes serão conhecidos brevemente.

Para a Juventude Socialista de Évora é uma grande honra receber este encontro nacional, principalmente pela magnitude que uma actividade deste âmbito e dimensão tem numa estrutura jovem partidária, como a JS.

aqui a notícia (página da Juventude Socialista).

Leia Mais

João Romão reeleito Presidente da Federação de Évora da JS

João Romão

Decorreu no passado dia 12 de Dezembro, o XI Congresso Federativo de Évora da JS. A moção “Gerações com Futuro”, cujo primeiro subscritor foi o camarada João Romão, foi votada por unanimidade, tal como foram as listas apresentadas aos órgãos federativos para o mandato de 2015/17.

A JS Évora congratula o camarada João Romão, que é assim eleito para o seu terceiro mandato à frente da Federação de Évora da Juventude Socialista, tendo sido também eleita, a camarada Rita Paias como Presidente da Comissão Política Federativa.

Militante da Juventude Socialista desde os 15 anos, João Romão, eborense, é assim eleito para o seu terceiro mandato (depois de um primeiro mandato intercalar de 6 meses e um segundo de 2 anos) aos 24 anos.

Segundo João Romão, “os tempos que vivemos são novos e de grande esperança, em nada iguais a qualquer coisa que já tenhamos vivido em mais de 40 anos de democracia e teremos agora de adaptar o nosso trabalho político às circunstâncias contribuindo de forma produtiva e assertiva para o futuro do nosso país e da nossa região. A JS Évora é uma estrutura cada vez mais jovem e com pessoas cada vez mais capazes de trabalhar por um futuro mais próspero”.

Leia Mais